Blog

5 dicas para ensinar seu filho a ser criativo

por 22 de novembro de 2018 Não há comentários

Quem não deseja educar seus filhos para que sejam criativos e se transformem em adultos bem resolvidos e felizes? Os pais ou responsáveis podem contribuir e muito na educação dos filhos para que eles possam desenvolver e treinar suas habilidades criativas. Crianças criativas têm alta capacidade para realizar em atividades em grupo – habilidade que será muito importante na vida adulta. E a criatividade será fundamental em diversos aspectos da vida. Por tudo isso, hoje vamos dar dicas do que crianças de 6 a 12 anos precisam para fortalecer suas potencialidades criativas.

5 dicas para ensinar meu filho a ser criativo

1.Novas possibilidades

Procure sempre criar oportunidades para a criatividade. Isso significa garantir espaço físico e tempo para as experimentações, tentativas, erros e ousadias. Dê ideias e acompanhe sem julgamentos os caminhos da descoberta da criatividade. Evite restringir, limitar e classificar como certas ou erradas as atitudes das crianças.

Por exemplo, aproveite um espaço mais alto da sua sala ou do quintal e crie uma peça de teatro. Sugira que cada uma das crianças seja um personagem diferente. Monte uma historinha para eles representarem e ensaie. Depois, chame os familiares e os vizinhos para assistirem ao espetáculo.   

2.Tudo é brinquedo

Quanto mais original o material que a criança tiver para brincar, melhor! Há peças simples do nosso dia a dia que podem estimular, e muito, a criatividade do seu filho. Experimente dar um pacote de prendedores de roupas coloridos para as crianças fazerem o que quiserem.

Pequenos potes plásticos com feijão, milho de pipoca ou macarrão cru (os de sopa que imitam letras ou pequenos tubinhos furados são os melhores). Fazer uma massinha caseira, colorida e comestível, com farinha também garante diversão e criatividade. Até uma embalagem de ovos de papelão ou isopor, alguns botões coloridos e de tamanhos variados junto com num pouco de papel picado e cotonetes podem fazer a alegria da criançada por horas a fio.

Se você tiver possibilidade, compre um livro que dê ideias de como realizar brincadeiras em casa ou ao ar livre. Há várias opções nas livrarias. Não faltarão dicas interessantes para entreter e aguçar a criatividade dos pequenos.

3. Desafios constantes

Quanto mais desafios a criança enfrentar e vencer, mais bem preparada ela estará para as atividades escolares..Motive seus filhos para que amarrem seus sapatos sozinhos, penteiem seus próprios cabelos, façam a lista para o supermercado, cuidem pessoalmente dos seus animais de estimação e até mesmo limpem o banheiro após o banho.

Passe também outros desafios, de acordo com a idade de cada um. Chame seus filhos na hora de preparar um bolo e delegue tarefas como untar a forma ou misturar os ingredientes. Crianças com mais de 10 anos podem ajudar a confeitar. Além de estimular a criatividade, tudo isso as torna mais felizes à medida que se sentirão capazes e mais aptos a enfrentar outras dificuldades. Não se esqueça de elogiar a cada tarefa bem realizada!

4.Diálogo e mais diálogo

Pergunte muito e estimule sempre as crianças a também questionarem. Ouça suas respostas com atenção e também responda sempre que for questionado. Uma criança que provoca, desafia e tem espaço garantido para emitir suas opiniões cresce segura, confiante e será valorizada e reconhecida na vida adulta.

Promova discussões em pequenos grupos. Por exemplo, lance um tema pertinente e que esteja de acordo com a faixa etária das crianças e peça para todos darem suas opiniões e chegarem a uma conclusão juntos.

5.Livros, caixas de brinquedos, fantasias…

Ouvir uma história contada pelos pais é um momento de prazer indescritível para a criança. Escolha livros recheados de ilustrações coloridas e imite as vozes dos personagens. Quando a criança começar a ler, divida a leitura por trechos. Você lê um e ela lê outro.

Ao terminar uma história, proponha um novo final e peça para ela fazer isso também. Sem se ater a um livro específico, comece uma história e peça para seus filhos darem continuidade até o desfecho.

Sente-se no chão com seus filhos, abram juntos a caixa de brinquedos e escolham novas formas de jogos e brincadeiras que fujam do que foi primeiramente apesentado nas regras. Use e abuse das fantasias infantis. Proponha brincadeiras com elas e improvise. Todos esses momentos são mágicos e promovem aprendizado, despertando a criatividade.

E você? Tem alguma sugestão de atividades de que as crianças precisam para fortalecer suas potencialidades criativas? Compartilhe com a gente!