Blog

Por que a leitura é tão importante na primeira infância?

por 17 de outubro de 2017 Não há comentários

Já é do conhecimento de pais e professores que o estímulo à leitura desde a primeira infância beneficia o desenvolvimento e a curiosidade dos pequenos e oferece a eles uma série de vantagens, entre as quais a do melhor aprendizado quando iniciarem a fase escolar. Diante disso, sempre é importante fortalecer a ideia de que a leitura é essencial para o desenvolvimento global da criança e para ampliar sua percepção sobre o mundo.

O despertar para a leitura já na primeira infância

Não há uma idade pré-estabelecida para iniciar a leitura para os pequenos. Mas, certamente, quanto mais cedo esse contato começar, mais benefícios trará. Os bebês podem não entender o que está sendo lido para eles durante a primeira infância, mas já conseguem:

  • Reconhecer a mudança na tonalidade da voz;

  • Perceber a cadência da fala;

  • Notar o ritmo da leitura;

  • Perceber a emoção da história;

  • Ter contato com a linguagem oral e escrita.

Todos esses fatores são muito importantes para o seu desenvolvimento. E, para que haja interesse pela leitura na vida adulta, é fundamental que eles comecem a ter contato com livros desde a primeira infância. Por isso, estimular a leitura ainda no berço pode ser a chave para desenvolver um futuro leitor.

Porém, para conseguir uma evolução rápida para o seu bebê, é necessário bastante dedicação e criatividade. A leitura pode, por exemplo, ser estimulada nos bebês a partir de livros que eles mesmos possam manusear e brincar. Livros de pano, feltro ou aqueles “emborrachados” para o banho são muito apreciados e despertam a curiosidade.

Benefícios da leitura para as crianças

  • Paixão: a paixão pela leitura leva a criança o manter o hábito para o resto da vida;

  • Criatividade: os livros são capazes de mostrar às crianças outros cenários, despertando nelas a criatividade para imaginar novos mundos e situações;

  • Linguagem: a leitura, já a partir da primeira infância, enriquece o vocabulário e mostra a maneira de usar a linguagem corretamente, favorecendo a ortografia;

  • Mente: a leitura estimula habilidades de memória e conhecimento;

  • Aprendizado: a leitura pode apresentar o mundo à criança, mesmo sem ela se dar conta;

  • Relacionamento: o livro ajuda as crianças a aprender a se relacionarem com o outro por meio dos exemplos aprendidos;

  • Concentração: o livro faz com que a criança consiga se desligar do que está a sua volta e se fixe apenas no que está sendo lido;

  • Rendimento: a criança que desenvolve a prática da leitura tem um melhor rendimento escolar;

  • Curiosidade: a criança se torna curiosa e quer sempre saber mais por meio da leitura. Ela vai buscar mais informações e exigir mais respostas.

O estímulo à leitura na escola

O processo de despertar para a leitura, iniciado em casa pelos pais na primeira infância, deve ter continuidade e apoio na escola.

Como já dissemos, o estímulo ao hábito da leitura desde cedo tem forte impacto no desenvolvimento das crianças – e para o resto da vida. Por isso é fundamental que pais e professores trabalhem em conjunto para estimular o gosto pelos livros desde os primeiros anos, e que se desperte esse gosto por prazer e não por obrigação.

A leitura na primeira infância e durante a educação infantil desenvolve a criatividade, a imaginação e proporciona bagagem cultural, além de melhorar sensivelmente o desenvolvimento escolar. Criança que tem o hábito de ler compreende melhor o que acontece ao seu redor, adquire novas culturas e comportamentos, além de se beneficiar com o melhor desenvolvimento e capacidade para a escrita e rendimento escolar como um todo.

É nesse contexto que cada vez mais professores têm valorizado a leitura em sala de aula. Quando a leitura é comentada e apresentada pelos amigos da escola, abre-se uma nova perspectiva para a criança. Ela passa a perceber diferentes pontos de vista a respeito de uma mesma história e a fazer comparações, desenvolvendo a habilidade de interpretação.

Família e escola juntas no mesmo desafio

Projetos criativos que incentivam a leitura têm sido desenvolvidos em várias escolas, desde a primeira infância e durante educação infantil. A contação de histórias utilizando recursos visuais ou fantoches é um exemplo.

O fato de algumas escolas promoverem momentos de leitura nas bibliotecas também é eficaz. Dar a oportunidade para a criança escolher o livro que deseja ler enriquece a rotina da criança, despertando desde muito cedo o interesse e a paixão pela leitura.

Mas é importante que os pais continuem envolvidos juntamente com a escola neste estímulo à leitura. O projeto “Pequenos Leitores”, utilizado no Colégio Tableau Taubaté, é um exemplo dessa interação. Os alunos vão à biblioteca uma vez por semana e podem escolher um livro que será lido juntamente com os familiares. Eles devem completar uma ficha de leitura como tarefa.

Mas não se trata apenas da leitura. Ao final de uma semana, a criança deverá, também, apresentar a história lida aos coleguinhas em sala de aula. E as crianças menores fazem atividades de pintura ou colagem. Veja um vídeo e apaixone-se por esse projeto.

A criatividade e a interação de pais e escola são fundamentais para desenvolver crianças apaixonadas pelos livros e que se beneficiem de todo o desenvolvimento que essa relação pode proporcionar. Saiba também como os pais podem ensinar os filhos a serem criativos.

Conheça mais sobre os projetos da educação infantil do Colégio Tableau Taubaté e se o texto foi útil pra você, compartilhe.